domingo, 7 de fevereiro de 2010

Help!

Ah, eu já estou exausta. Triste, cansada. Está sendo difícil, doloroso. Pesado, estranho. Hoje senti uma falta imensa do passado. Não, não foi só um mar de rosas. Mas, neste aspecto em que redijo, o passado foi fácil. Foi simples, as pessoas foram amistosas. Hoje, sentada em meu banquinho, conversando com pessoas do passado, nos lembramos e nos sentimos tão felizes, acolhidos, unidos. Durou menos de cinquenta minutos. O que é bom dura pouco. Há uma atmosfera muito estranha, e eu estou morrendo de medo. Sim, medo de tudo. Até de repelir as pessoas por esse medo que sinto. Tudo tornaria-se tão mais fácil se eu dormisse, e acordasse muito depois. Estou com saudade, estou morta. Morta de cansaço, de exaustão. Morta de medo. Estou morta de saudade. Sentindo muita falta. Faltando um pedaço. Outra parte, outra vida. Outro mundo, outro eu. Hei! Será que eu ainda estou aqui? Será que você(s) ainda está(ão) aí? Para mim? Para que eu possa ver? Está tão escuro, nublado. Estou assustada. Chorosa, desiludida.

Acho que preciso de uma mensagem. (Ninguém precisa entender esta frase)

3 comentários:

  1. eu estou aqui pra você, sempre :)

    ResponderExcluir
  2. Eu vejo em você o que eu senti nessa época. É difícil, mas você consegue, todo mundo passa por isso, você é e se tornará mais forte ainda. E eu também estou aqui pra você, sempre :)

    ResponderExcluir
  3. Deixe que estes sentimentos se dissepem com as palavras.
    É sempre bom relembrar as boas coisas dos bons tempos, mas é preciso erguer a cabeça deixando de lado os infortúnios do presente, pois só assim este posteriormente poderá ser lembrado positivamente.

    ResponderExcluir

Discorra sobre o assunto aqui: